INTERPRETAÇÃO DE 1 AOS CORÍNTIOS 10:9

Moderador: Bereano

INTERPRETAÇÃO DE 1 AOS CORÍNTIOS 10:9

Mensagempor Bereano » Seg Out 04, 2010 9:40 pm

Esta postagem é de Marcelo Valle e não minha eu ao tentar movê-la para este lugar do fórum apaguei a original por engano. Cristadelfiano


1Coríntios 10: 9

“E não tentemos a Cristo, como alguns deles também tentaram, e pereceram pelas serpentes”.

Em primeiro lugar, sabemos que nunca devemos tentar interpretar um versículo bíblico, sem passá-lo pelo contexto. Para mim, contexto pode ser antes e depois do versículo em questão, como também pode estar relacionado a outro livro além do que se está estudando.

Outro detalhe é que os subtítulos colocados na bíblia, não são inspirados. Foram os tradutores que “convencionaram” colocar ali por questões pessoais ou até religiosas, quem sabe. O subtítulo induz a pessoa a pensar que de fato os israelitas tentaram a Cristo, pois para os trinitarianos Cristo sempre existiu e existem pessoas que pensam que Ele foi aquele Anjo do SENHOR que estava com os israelitas no deserto.

Se o leitor observar, verá que nas passagens que retratam este Anjo do SENHOR, a letra A (de anjo) é sempre colocada em maiúscula, porque o tradutor quer enfatizar que SE TRATA DE JESUS. Assim também se dá com a palavra Verbo em João 1:1. (Dizer que Jesus foi o Anjo do SENHOR é contradizer o 1º e o 2º capítulos de Hebreus.)

Vejam três exemplos em que ocorrem estas traduções tendenciosas (em algumas versões da bíblia, como na ARC 1995, Reina Valera 1960 e Almeida RC 1969):

Êxodo 3:2 - E apareceu-lhe o Anjo do SENHOR em uma chama de fogo, no meio de uma sarça; e olhou, e eis que a sarça ardia no fogo, e a sarça não se consumia.

Juizes 6:11 - Então, o Anjo do SENHOR veio e assentou-se debaixo do carvalho que {está} em Ofra, que {pertencia} a Joás, abiezrita; e Gideão, seu filho, estava malhando o trigo no lagar, para {o} salvar dos midianitas.

João 1:1 - No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.

Veja que é bem sutil a forma de indução, mas produz efeitos negativos gigantescos na compreensão da palavra de Deus.
Voltando ao tema em questão, o correto é entender o contexto que se inicia no 1º versículo de 1 Coríntios 10 até o v. 11, veja:

“Ora, irmãos, não quero que ignoreis que nossos pais estiveram todos debaixo da nuvem; e todos passaram pelo mar, e todos foram batizados em Moisés, na nuvem e no mar, e todos comeram de um mesmo manjar espiritual, e beberam todos de uma mesma bebida espiritual, porque bebiam da pedra espiritual que os seguia; e a pedra era Cristo. Mas Deus não se agradou da maior {parte} deles, pelo que foram prostrados no deserto. E essas {coisas} foram-nos feitas em figura, para que não cobicemos as {coisas} más, como eles cobiçaram. Não vos façais, pois, idólatras, como alguns deles; conforme está escrito: O povo assentou-se a comer e a beber e levantou-se para folgar. E não nos prostituamos, como alguns deles fizeram e caíram num dia vinte e três mil. E não tentemos a Cristo, como alguns deles também tentaram e pereceram pelas serpentes. E não murmureis, como também alguns deles murmuraram e pereceram pelo destruidor. Ora, tudo isso lhes sobreveio como figuras, e estão escritas para aviso nosso, para quem {já} são chegados os fins dos séculos”.

Esta passagem de Paulo remete ao povo de Israel quando estava no deserto e quando vamos ao Antigo Testamento confirmamos cada episódio descrito aqui:

1 – Em Êxodo 13:21 e 14:22 confirma que Eles passaram pela nuvem e pelo mar.

2 – O manjar espiritual que eles comeram foi o maná que Deus mandou para saciar a fome deles.
Cf Êxodo 16:15 e Salmos 78:13-29.

3 – A bebida espiritual foi as abundantes águas que Deus fez sair das rochas para saciar a sede deles. Cf Salmos 78:15-20 e Números 20:7-13.

Agora atente para o que Paulo diz no versículo 6 – ESSAS COISAS FORAM-NOS FEITAS EM “FIGURAS”, PARA QUE NÃO COBICEMOS AS COISAS MÁS COMO ELES COBIÇARAM E TAMBÉM PARA NÃO NOS FAZERMOS IDÓLATRAS (V.7), NEM NOS PROSTITUIRMOS (V.8), E NEM TENTARMOS A CRISTO COMO ELES TAMBÉM TENTARAM (V.9), E NÃO MURMURAR COMO ELES (V.10).

A QUESTÃO É QUE ESTES FATOS OCORRIDOS COM ISRAEL, “FATOS REAIS”, SÃO PARA NÓS HOJE, FIGURAS, SÍMBOLOS QUE NOS MOSTRAM QUE NÃO DEVEMOS AGIR COMO ELES AGIRAM, PARA NÃO PERDERMOS A ENTRADA NO REINO DE DEUS.

O VERSO 11 ARREMATA A QUESTÃO E ESCLARECE MAIS AINDA:

“ORA, TUDO ISSO LHES SOBREVEIO COMO “FIGURAS, E ESTÃO ESCRITAS PARA AVISO NOSSO”, PARA QUEM {JÁ} SÃO CHEGADOS OS FINS DOS SÉCULOS”. (O AVISO É PARA NÓS, NÃO FAZERMOS IGUAIS A ELES).

Paulo mostra que existe um propósito de nos ensinar que devemos confiar na palavra poderosa de Deus para nosso sustento, e que se nós não confiarmos plenamente em Deus, no fim, teremos o mesmo trágico destino. Veja o que diz Deuteronômio 8:3, 15 e 16.

“E te humilhou, e te deixou ter fome, e te sustentou com o maná, que tu não conheceste, nem teus pais o conheceram, para te dar a entender que o homem não viverá só de pão, mas que de tudo o que sai da boca do SENHOR viverá o homem. Que te guiou por aquele grande e terrível deserto de serpentes ardentes, e de escorpiões, e de secura, em que não {havia} água; e tirou água para ti da rocha do {ou da pederneira} seixal; Que no deserto te sustentou com maná, que teus pais não conheceram; para te humilhar, e para te provar, e para, no teu fim, te fazer bem”.

Outro detalhe importante é que no v.9 Paulo fala para “nós não tentarmos a Cristo”, não Eles, porque quando vamos a Números 21, no episodio das serpentes, vemos que o povo murmurou foi contra Deus e Moisés (fato real) e por causa desta reclamação insensata, Deus mandou entre Eles as serpentes ardentes que os morderam (Números 21:6).

Mas por que Deus mandou fazer uma serpente de bronze para salvar os israelitas, sendo que ele mesmo proibira a idolatria?

1 – Porque Deus não queria que eles adorassem a serpente de bronze, chamada NEUSTÃ em 2Reis 18:4, mas apenas que Eles “olhassem” para Ela, para viverem.

2 – Este paralelo foi mostrado pelo Senhor Jesus em João 3:14. Do mesmo modo que os israelitas “olhavam” para a serpente e “viviam”, nós olhamos para Jesus e poderemos ter vida eterna (veja Hebreus 12:2) - “Olhando para Jesus”, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus”.

Embora pareça estranho, mesmo ofensivo comparar Cristo a uma serpente em uma haste, no entanto, isto é parte do sacrifício que Cristo fez, levantando a fraqueza da natureza humana que Jesus tinha herdado, de Maria, sua mãe e de seu antepassado Adão e condenando na cruz, o pecado na carne.

Romanos. 8: 3 – “Porquanto, o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne”.

Não podemos pegar apenas um versículo e pensar que ele nos dá a idéia de Cristo ter pré-existido, ignorando textos claros, como os de Mateus 1 e Lucas 1 e outros, que mostram que a “origem” de Jesus se deu quando Ele nasceu de Maria pelo poder do espírito de Deus. Estas genealogias provam a linhagem a que Jesus pertencia e a quem Deus tinha feito as promessas no passado, (Abraão e David), portanto seria incorreto da parte de Deus, prometer a essas pessoas, alguém que já existisse.

É preciso compreender que todo o Antigo Testamento aponta para frente, como também as profecias sobre Cristo. Que a Lei de Moisés apontava para Cristo, e os profetas profetizaram sobre Ele, deveria ser prova suficiente de que Jesus não existiu fisicamente antes do seu nascimento. Não é de admirar que o Novo Testamento nos lembra que a lei e os profetas do Antigo Testamento são a base da nossa compreensão sobre Cristo (Atos 26:22, 28:23, Romanos. 1:2,3; 16:25 , 26). O próprio Jesus advertiu que, se não compreendermos corretamente “Moisés e os profetas”, não podemos entendê-lo (Lucas 16:31, João 5:46,47).

MARCELO VALLE
Bereano
Site Admin
 
Mensagens: 267
Data de registro: Seg Set 27, 2010 12:32 am

Retornar para Jesus

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 1 visitante

cron